Advertisement

Main Ad

Dicas para montar seu roteiro de viagem

 


O ano novo chegou e ainda estamos parcialmente isolados. Mesmo com as notícias excelentes sobre o início da campanha de vacinação ao redor do mundo, a pandemia do Covid-19 ainda não deu sinais de estar próximo do fim e, para além da emergência mundial em saúde, esse cenário impacta diretamente o setor do turismo. Muitas fronteiras seguem fechadas e viagens mesmo que dentro do próprio país são desaconselhadas por especialistas.

Para aqueles que, assim como esta que vos escreve, andam sonhando com o momento em que poderemos nos locomover com segurança e explorar o mundo sem medo de adoecer, uma boa alternativa para aliviar essa saudade de viajar é planejar a próxima viagem. Um bom planejamento feito com certa antecedência pode render bons descontos em passagens, hospedagens, seguros e passeios já que uma das estratégias das empresas do setor turístico para manter o capital girando tem sido congelar os preços ou oferecer descontos. E além de economizar, começar a planejar sua próxima viagem pode ser uma forma de aliviar essa ansiedade que todos estamos sentindo enquanto atravessamos esse período de restrições. 

Pensando nisso resolvi compartilhar algumas dicas para auxiliar na organização dos roteiros das viagens que certamente teremos a oportunidade de fazer quando tudo isso passar. 

1-     Pesquise

Atualmente temos a nossa disposição uma variedade de conteúdo de viagem produzido em diferentes formatos, disponíveis em várias plataformas e eles são ótimos aliados na hora do planejamento. Então, para ter mais informações sobre o seu destino – pontos turísticos, restaurantes, museus e até mesmo atrações não tão populares- pode se jogar sem medo em blogs, canais no Youtube, sites de viagem, perfis no Instagram etc.

Defina o seu orçamento

Ponto crucial de todo e qualquer planejamento é definir quanto se está disposto a gastar. No início pode parecer complicado principalmente se você estiver fazendo uma viagem internacional – já que envolve outra moeda-, mas é possível traçar boas estratégias na hora de definir o seu orçamento total da viagem e não passar perrengue. Para facilitar, eu costumo estabelecer um orçamento diário e nisso eu levo em consideração, por exemplo, como será a alimentação (se é possível cozinhar na hospedagem ou todas as refeições serão em restaurantes), o transporte (taxi para o aeroporto, valor da passagem de ônibus e metrô), valor das entradas nas atrações (se eu comprei com antecedência ou se vou comprar na hora - vale aqui pesquisar se tem algum dia gratuito), e um valor extra para caso eu queira comprar algo ou incluir um passeio de última hora. 

Além do valor estabelecido por dia, eu também costumo acrescentar uma reserva emergencial no orçamento total para o caso de imprevistos.


Conheça o seu estilo de viajante

Para mim, uma das coisas mais importantes na hora de planejar uma viagem é conhecer o seu estilo. Parece até bobagem que autoconhecimento se aplique aqui, mas acredite conhecer quem você é enquanto viajante pode evitar muitas frustações. Digamos que você não curta trilhas, então por mais que existam lagos maravilhosos no Canadá que só são acessíveis através de longas trilhas e mesmo que eles sejam super turísticos essa pode não ser a melhor atração para o seu roteiro. A mesma lógica se aplica a outras questões da viagem como hospedagem, alimentação, locomoção e compras.

 Utilize o Maps

O Google Maps é uma ferramenta incrível que você deve considerar na hora de construir o seu roteiro de viagem, principalmente na etapa de planejamento diário. Nele, você consegue colocar pontos turísticos e demais locais que deseja visitar e ter noção do que está próximo, quanto tempo você vai demorar para se locomover de um local para outro, quais são as opções de transporte e assim otimizar o tempo em cada destino. 


Espero que as dicas possam te ajudar. Obrigada por estar aqui!





Imagens: Freepik /Arquivo pessoal

 


 


Postar um comentário

0 Comentários